Quinta do Noval Vintage Nacional 2011

Quinta do Noval Vintage Nacional 2011


Prémio Vinho do Ano 2013 da revista Wine vai para um Porto


Quinta do Noval Vintage Nacional 2011



O Quinta do Noval Vintage Nacional é um dos melhores vinhos do mundo e dos mais premiados e arrecadou esta sexta-feira mais um – o de Vinho do Ano 2013, pela revista Wine, cuja edição de fevereiro destaca os prémios atribuídos este ano à gastronomia.


«Este vinho é um fenómeno misterioso, um vinho mágico produzido em quantidades extremamente limitadas e só alguns anos em cada década. É a expressão dum «terroir» e confirma algo que para mim é uma convicção profunda. O Nacional é excelente por causa das uvas e da parcela de onde vêm, e não por causa de alguma coisa especial que fazemos. Tem um caráter único, uma intensidade extraordinária e, mesmo depois de muitos anos de envelhecimento, retém uma juventude surpreendente.»
Christian Seely


O «terroir»: uma pequena área no coração da vinha da Quinta do Noval, de videiras não enxertadas, intocadas pela filoxera e que são descritas como «plantadas diretamente no solo da Nação».


quinta do noval vintage nacional 2011



COMO CONSUMIR:

O Quinta do Noval Vintage Nacional é um vinho absolutamente perfeito para ser consumido num momento especial sem nada mais a acompanhar.
Servir a uma temperatura entre os 15ºC e os 17ºC. É recomendado decantar. 


Antes de abrir: Este vinho de garrafeira irá envelhecer ao longo dos anos e desenvolver uma complexa variedade de aromas. Pode também ser bebido jovem para se saborear a intensidade da fruta. Deve ser consumido entre 5 e 50 anos depois de engarrafado.

Depois de abrir: Beber nas 48 horas seguintes.




CARACTERÍSTICAS DO QUINTA DO NOVAL VINTAGE NACIONAL 2011:

Se nunca há “anos fáceis” no vale do Douro, 2011 foi particularmente difícil na vinha. Depois de um inverno chuvoso, da primavera ao outono, o clima mostrou-se muito irregular, com diversos períodos de calor extremo. Chuvas no final do mês de agosto e início de setembro vieram fornecer a humidade necessária para que maturação retomasse o seu curso e a Noval optou por adiar a vindima por uma semana, afim de permitir às uvas aproveitar esta oferta inesperada de água e atingir a plena maturação.

Debaixo de um sol glorioso, a vindima tardia revelou-se ser a melhor opção: uma vez esmagadas nos lagares, as uvas mostraram desde logo uma soberba cor escura, aromas notáveis e níveis de açúcar e acidez ideais — a marca de um ano com um enorme potencial.

“Forte personalidade, distinta e marcante, com uma enorme presença onde os taninos são poderosos mas requintados e a fruta muito intensa, pura e concentrada. Um equilíbrio que explode na boca...”
António Agrellos, Diretor Técnico - Maio 2013



VINIFICAÇÃO:

É produzido usando algumas das mais nobres castas do Vale do Douro: Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinta Roriz, Tinto Cão e Sousão. Todas as uvas provêm da parcela Nacional da vinha da Quinta do Noval e são pisadas a pé para a obtenção do mosto e depois novamente esmagadas nos tradicionais lagares de pedra da Quinta.



Deseja encomendar? Peça-nos!


Redação Luxo.com – Fevereiro 2014
  • Imprimir
  • Enviar por email
    Fechar
    Enviar por email