Restaurantes portugueses com Estrela Michelin 2014

Restaurantes portugueses com Estrela Michelin 2014


Excelência da gastronomia portuguesa 


Restaurantes portugueses com Estrela Michelin 2014


A cada ano, estrelas são atribuídas aos restaurantes considerados os melhores pela equipa de inspectores anónimos do Guia Michelin. A avaliação é feita à qualidade da cozinha e do serviço sem ter em conta o estilo e o nível de conforto do restaurante. A avaliação é consensual entre todos os avaliadores do mesmo restaurante e é baseada em 5 critérios: 


1)    qualidade dos produtos
2)    mestria na preparação e domínio dos sabores 
3)    personalidade gastronómica
4)    valor do dinheiro
5)    consistência do serviço oferecido (tempos de espera, menus, etc)    





Atribuição de Estrelas Michelin 2014 aos Restaurantes portugueses por classificação:


No Guia Michelin 2014, os novos contemplados são o Eleven, que recupera a estrela perdida, e o L’And Vineyards. Quem viu a sua estrela escapar foi o São Gabriel em Almancil.



*** (3 estrelas) = Cozinha excepcional, imperdível, mesa que justifica a viagem:  

Nenhum estabelecimento distinguido. Infelizmente, ainda não foi desta que Portugal conseguiu a pontuação máxima (3 estrelas) no famoso Guia Michelin. Aliás, perguntamo-nos o que está a falhar num país com uma gastronomia tão rica? O serviço não acompanha a excelência da cozinha? Haverá uma política global para a gastronomia portuguesa? A maioria dos avaliadores é espanhola? O guia vermelho estará a perder o rigor na avaliação? 




** (2 estrelas) = Excelente cozinha, mesa que justifica o desvio:

•    “Vila Joya” – Vila Joya Boutique Hotel, Galé (Faro) – Chef Dieter Koshina - aberto de 5ª a 3ª feira (variável)
•    “Ocean” – Vila Vita Parc Hotel, Porches (Faro) – Chef Hans Neuner – aberto de 5ª a 2ª feira (variável)




* (1 estrela) = Muito boa cozinha na sua categoria:

•    “Henrique Leis” – Almancil (Faro) – Chef Henrique Leis – encerra domingo e 2ª feira
•    “Largo do Paço” – Casa da Calçada Hotel, Amarante (Porto) – Chef Vítor Matos – aberto diariamente 
•    “Fortaleza do Guincho” – Fortaleza do Guincho Hotel, Guincho (Lisboa) – Chef Antoine Westermann / Chef Vincent Farges - aberto diariamente  
•    “Il Gallo d’Oro” – The Cliff Bay Hotel, Funchal (Madeira) – Chef Benoît Sinthon – aberto diariamente  
•    “Belcanto” – Lisboa (Lisboa) – Chef José Avillez – encerra domingo e 2ª feira
•    “Eleven” – Lisboa (Lisboa) – Chef Joachim Koerper – encerra domingo
•    “Feitoria” – Altis Belém Hotel, Lisboa (Lisboa) – Chef João Rodrigues – encerra domingo
•    “L’AND” – L’And Vineyards Hotel – Montemor-o-Novo (Évora) – Chef Miguel Laffan – encerra 2ª e 3ª feiras  
•    “Willie’s” – Vilamoura (Faro) – Chef Willie – fechado à quarta-feira
•    “The Yeatman” – The Yeatman Hotel, Vila Nova de Gaia (Porto) – Chef Ricardo Costa – aberto todos os dias  




Além dos estrelados, há mais 34 restaurantes espalhados por todo o país com a distinção “Bib Gourmands” (a qualidade ao menor preço), sendo restaurantes que, pela sua trajetória em 2013, merecem uma distinção na edição de 2014. Os novos Bibs de 2014 são: “O Parreirinha” em Queluz (Lisboa), “O Barro” no Redondo (Évora) e o “3 Pipos” em Tonda (Viseu).





A HISTÓRIA DOS GUIAS MICHELIN


O primeiro guia Michelin foi criado em 1900 como um produto publicitário de oferta na compra de pneus da marca. O guia fornecia informações preciosas como a lista dos raros mecânicos que havia na época em França, mapas de cidades e uma lista de curiosidades.   


Só a partir de 1920 é que o guia passa a ser vendido e que se incluem os restaurantes. As informações são fornecidas pelos clientes e pelos primeiros críticos-mistério. 


Em 1926 aparece pela primeira vez o símbolo da estrela no guia gastronómico, mas a sua classificação em 1, 2 e 3 estrelas apenas surge em 1931. Em 1998, é criado o Bib Gourmand.    




RESERVAS: Luxo.com efetua a sua reserva sem custos. Contacte-nos.


Redação Luxo.com – Dezembro 2013



  • Imprimir
  • Enviar por email
    Fechar
    Enviar por email