A história da Birkin, de Hermès

A história da Birkin, de Hermès


Anatomia de um ícone

A história da Birkin, de Hermès


A história começou com um up-grade num voo da Air France de Paris para Londres em 1981, em que Jane Birkin se sentou ao lado de um desconhecido. A determinado momento, a cantora e atriz anglo-francesa derramou acidentalmente o conteúdo do seu atulhado saco de palha pelo chão, incluindo o seu diário Hermès. O desconhecido gentilmente ajudou Jane a recolher os pertences e comentou: "Devia ter um com bolsos". Jane respondeu: "No dia em que a Hermès fizer um saco com bolsos, eu terei um". Ao que o passageiro respondeu: "Mas eu sou a Hermès e vou pôr bolsos para si!".


O homem era na verdade Jean-Louis Dumas, CEO da Hermès na altura - que, além de cavalheiro, tinha um olho clínico para o negócio - e ambos começaram a desenhar num saco de papel para o enjoo. Jean-Louis desafia-a a criar o seu acessório ideal.  Jane Birkin sugeriu: "porque não desenhar uma carteira maior que a Kelly e mais pequena que a mala de viagem do Serge [Gainsbourg]? Dumas retorquiu: "e como seria"? Birkin desenhou um esboço e Dumas afirmou: "eu vou fazê-la para si".


Quando Jane Birkin apareceu posteriormente no atelier para comprar o resultado da sua parceria de voo, Dumas sugeriu oferecer-lhe a carteira em troca de deixar baptizar o modelo com o nome da atriz e cantora. Birkin sentiu-se muito lisonjeada e assim nasceu o sucesso que conhecemos hoje. A Birkin é a carteira mais desejada e mais cara do mercado. A Hermès ainda paga royalties a Jane Birkin - cerca de 30.000 libras - que Jane doa a instituições de caridade à sua escolha.


Espaçosa, elegante mas desportiva, com alças para usar na mão ou no pulso e com tachas na base, a Birkin representou uma afirmação fresca e moderna de uma maison conhecida por uma postura clássica e tradicional. Até então era a clássica Kelly que representava o mundo Hermès. Grace Kelly havia conhecido o acessório nas filmagens de «Ladrão de Casaca» de Hitchcock e, em 1956, a Hermès rebaptiza o seu 'Sac à Dépêches' depois de Grace Kelly ser surpreendida a usá-lo para disfarçar a gravidez.


O preço da Birkin começa nos 6500 euros, demora pelo menos 48 horas a ser manufacturada e cada uma é feita inteiramente à mão por um artesão apenas.  Mas não por qualquer um. "Demorei 90 horas a fazer a minha primeira carteira, uma Kelly. E estava tão mal feita que foi para o lixo", conta Nadia Selloum, artesã de marroquinaria da Hermès. É normal esperar meses ou anos por uma Birkin.




Contacto Hermès Lisboa -  (351) 213 242 070

Morada Hermès Lisboa: Largo do Chiado, 9

Para mais informações: HERMÈS



Redacção Luxo.com - Janeiro 2017
www.luxocom.eu


  • Imprimir
  • Enviar por email
    Fechar
    Enviar por email